Capa Blog.png

Os Desafios Precisam ser Enfrentados


A publicação desta semana, no nosso Canal do YouTube, apresentou um olhar ampliado sobre a ideia contida na simbologia dos muros e pontes, aplicada em alguns referentes motivacionais. Se não viu o vídeo, ou quer revê-lo, clique aqui.

Normalmente, naqueles referentes, a ideia do muro é vista sob um prisma negativo, simbolizando a obstaculização aos caminhos; a da ponte, por outra lado, apresenta-se com um viés positivo, representando a variável de aproximação entre os caminhos.

O que a publicação no Canal trouxe de reflexão foi a possibilidade de enxergarmos essas metáforas de uma maneira ampliada, apoiando-se nos conceitos de determinação e de esforço aplicados nos rumos da evolução humana.

Se há um obstáculo - algo que impeça o nosso caminhar (o muro, como representação simbólica, traduz-se neste aspecto) -, nossos movimentos deverão ser os de elaborar estratégias para a superação desses obstáculos. Ao olhar por esse viés, a ideia de muro deixa de ter uma conotação negativa para ganhar o senso de oportunidade para treinarmos a nossa capacidade de enfrentamento dos obstáculos. E tal enfrentamento move-nos à variável formativa de constituição das aprendizagens que deverão perfazer os processos de formação.

Essa visão parece-me bastante interessante, não só para essa constituição formativa - a do desenvolvimento da capacidade de determinação para as dificuldades que surgirem -, como também para não perdermos de vista que há um dinamismo todo complexo em relação aos caminhos que escolhermos trilhar.

Como apresentado lá no vídeo, nem sempre teremos a opção confortável de encontrar uma ponte por perto que nos suavize aquele caminhar.


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo