Capa Blog.png

O entendimento da Formação Prática




No vídeo desta semana, falamos um pouco sobre a ideia da formação prática, como caminho para o desenvolvimento humano. Se não viu (ou quer rever) o vídeo, clique aqui.

O tema não permite muita divagação filosófica, como foi o anterior sobre os sonhos como metáfora para a realização dos desejos (clique aqui para ver/rever esse). Toda e qualquer

variável de formação vai pressupor um conjunto de encaminhamentos sobre os quais não se tem muito o que discutir por outro viés que não o racional.

Independentemente de os rumos do desenvolvimento encaminharem-se para as vivências educacionais, sociais ou profissionais, há, pelo menos, dois pontos a serem cuidados: os de formação teórica e os de formação prática.

Na publicação do Canal, estávamos falando da formação prática e dissemos da consciência reflexiva de entendê-la como variável que tangencia todos os estudos teóricos a que nos submetermos.

Vale lembrar, em relação aos processos de aprendizagem, que os referenciais teóricos que nos chegam alimentam a nossa intelectualidade para referendar as realizações. Assim, quanto mais informações racionais eu tiver sobre o fazer, tanto mais desenvolvo a capacidade e a prontidão para essas realizações.

A realização propriamente dita é o que integra os processos práticos. Assim, a formação prática terá o seu desenvolvimento condicionado ao grau de vivências e de experiências durante o processo do fazer.

E é só durante esse processo – o prático – que as nossas formações mentais se consolidam com a estruturação das aprendizagens.

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo